O livro apresenta as vidas e carreiras de atores e atrizes do teatro brasileiro que nomeiam ruas, praças e avenidas do Rio, sendo estas identificadas por mapas e fotos exclusivas e atuais. Os logradouros estão espalhados em 17 bairros da Zona Oeste, quatro bairros da Zona Norte, três da Zona Central e um na Zona Sul, no bairro de Laranjeiras. O título da obra faz referência a um poema de Carlos Drummond de Andrade para a atriz Leila Diniz, após seu falecimento em um acidente de avião, aos 27 anos de idade (“Leila para sempre Diniz, feliz na lembrança gravada: moça que sem discurso nem requerimento soltou as mulheres de 20 anos presas no tronco de uma especial escravidão”), sendo o verso do poeta mineiro uma bela síntese poética do que representam as placas das ruas. A menção a cada um dos 45 artistas chama a atenção para a relação destes com a cidade e de ambos na memória dos habitantes do Rio. A partir da homenagem às figuras que se eternizaram no traçado da cidade, desenha-se também de maneira indireta um vasto panorama do teatro, do circo, do rádio, do cinema e da televisão no Brasil, desde a década de 60 do século XIX (quando iniciaram suas carreiras Xisto Bahia e Apolônia Pinto, mais antigos atores entre os enfocados no livro) até 2014 (quando faleceram Paulo Goulart e José Wilker).

SINOPSE

AUTORA

Angela de Castro Reis (25/12/1961) é Mestre e Doutora em Teatro pela UNIRIO. Foi professora da Escola de Teatro da UFBA (Salvador, BR) de 2004 a 2010. Entre março de 2011 e janeiro de 2012 foi Pesquisadora Visitante na UNIRIO (bolsista Faperj); atuando como docente nesta Universidade desde 2012 por Acordo de Cooperação Técnica, foi redistribuída em definitivo para a UNIRIO em fevereiro de 2016. Faz parte do corpo docente do Departamento de Ensino do Teatro, do Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas – PPGAC e do Mestrado Profissional em Ensino das Artes Cênicas – PPGEAC. É autora dos livros Cinira Polônio, a divette carioca: estudo sobre a imagem pública e o trabalho de uma atriz no teatro brasileiro da virada do século XIX (Prêmio Arquivo Nacional de Pesquisa, 1999) e A tradição viva em cena: Eva Todor na Companhia Eva e seus artistas (7Letras, 2013); organizou (com Maria Helena Werneck) o livro Rotas de Teatro entre Portugal e Brasil (7Letras, 2013). Tem ainda artigos publicados em vários periódicos. Trabalhou na Divisão de Pesquisa da FUNARTE durante 5 anos, onde desenvolveu projetos ligados à história oral. Foi professora do Curso de Formação de Atores da CAL – Casa das Artes de Laranjeiras – de 1996 a 2004.

Patrocínio

Realização

Navegue abaixo por uma amostra do livro

 

AMOSTRA

FICHA TÉCNICA

Concepção do projeto, coordenação de pesquisa e autoria dos textos Angela de Castro Reis Pesquisa Andréia Gomury Colaboradores Christine Junqueira Daniel Marques da Silva Marta Metzler Renata Cardoso Sérgio Telles Revisão Beatriz Nunes Joelma Ismael Projeto gráfico Dora Reis 
 Fotografias (Logradouros) Marcelo Fonseca Apoio (fotografias) Manoel Francelino de Oliveira Neto Tratamento de imagem Silvana Marques Licenciamento de imagens de arquivo/acervo Andrea Bolanho
 Site e mídias digitais Olas – Renato Dias 
Assessoria de imprensa Belmira Comunicação – Monica Ramalho 
Edição e distribuição Editora Folha Seca Rodrigo Ferrari Assistente de produção Valdeci Silva Coordenação do projeto Luiz Boal Realização Olhar Brasileiro Produções Artísticas

CONTATO

Submitting Form...

The server encountered an error.

Form received.

Required

Site por

Copyright © 2016 Angela de Castro Reis

 

Produção editorial

 

 

 

 

 

 

 

 

Livraria e Edições Folha Seca

Rua do Ouvidor, 37

Centro – 20010-150 – Rio de Janeiro, RJ

 

Tel.: (21) 2507-7175

folhaseca@livrariafolhaseca.com.br

 

 

Patrocínio

Realização